Posts tagged ‘jantar’

Orquídeas e um convite para jantar

Ontem saí do trabalho, achando que o dia estava no fim e que eu ia tomar um banho e dormir mais cedo. Que nada! Abri a porta do apêzinho e dei de cara com orquídeas lindas e um convite para jantar!!!

É que no dia 1º de dezembro completei 1 ano no Rio de Janeiro e ontem, dia 2, o Digo quis comemorar o ano que passamos efetivamente juntos. Isso não é um amor, gente?

Fomos ao Gabbiano Ristorante, lá perto de casa, na Barra da Tijuca. Uma graça o lugar e o atendimento é muito bom (Só reclamei um pouco da falta de privacidade, já que um garçon ficou praticamente à nossa disposição, muito próximo da mesa. Mas depois que você bebe algumas doses, até esquece que a figura está ali ao lado e conversa normalmente).

Pedimos de entrada uma caponatta com cesta de pães que estava muito gostosa e para jantar nós dois comemos (adivinhem!) um maravilhoso risoto de cogumelos frescos. Estava realmente divino! Para acompanhar os pratos, tomei um vinho rosé geladinho para rebater este calor carioca. O Digo foi mais agressivo: pediu Jack Daniel’s.

A noite foi ótima, muito agradável, como todas as vezes em que saímos juntos para conversar e nos divertir. Hoje acordei um bagaço, mas muito feliz! Meu marido não é um amor?

Ah! O Cozinha Fácil também tem uma receita de risoto de cogumelos frescos, mas essa é com arroz 7 grãos. Quer ver? Clique aqui ó.

dezembro 3, 2009 at 12:08 4 comentários

As delícias da Rua do Rosário

Se há um lugar agradável no Rio para almoçar, este é a Brasserie Rosário. Localizada no Centro da capital carioca, mais precisamente na Rua do Rosário, número 34, bem próxima ao CCBB e à Candelária – outras boas sugestões para aproveitar a visita -, a casa serve pratos deliciosos e também abre à noite para jantares.

Ao pegar o cardápio, a escolha do cliente se torna uma árdua tarefa. Entre uma variedade de doces, pães, saladas, sanduíches, risotos, massas, grelhados etc., fica difícil escolher aquilo que mais agrada.

Mas não é só o paladar que encanta. O casarão onde o restaurante está instalado era utilizado por Dom João VI como tesouraria do Império Português em 1800. A História está presente e torna o ambiente muito prazeroso e aconchegante.

Hoje almoçamos eu, a chefa e mais dois amigos de trabalho na Brasserie Rosário. Foi a segunda vez que estive lá e novamente fui surpreendida pela apresentação e sabor do prato que escolhi: risoto de lula com vegetais crocantes feito com arroz negro. Deu água na boca, né? Aposto que sim! Então, mais uma vez, prepare o babador e veja as fotos dos nossos pedidos:

Eu escolhi o risoto de lula com vegetais crocantes no arroz negro. O sabor é condizente com a apresentação do prato: maravilhoso!

O Márcio escolheu o risoto de camarão e açafrão, que eu já comi e achei divino!

OBS: Se vc gostou do risoto de camarão com açafrão, confira aqui a receita do Cozinha Fácil.

A Tesla optou pelo penne com salmão e creme de queijo

Opções light também têm vez. A Cilene comeu salmão grelhado com molho de alcaparras, arroz 7 grãos e salada verde

Os preços dos pratos variam de R$ 27,00 a R$ 42,00. Não são baratos, mas garanto que vale cada centavo apreciar essa boa culinária.

Fica a dica para quem vier ao Rio ou estiver no Centro na hora do almoço.

novembro 17, 2009 at 19:48 Deixe um comentário

Costela de boi com linguiça calabresa e batatas assadas

Costelas de boi soltando dos ossos. Macias e saborosas

Costelas de boi soltando dos ossos. Macias e saborosas

Esta receita de costelas de boi só parece difícil, mas acredite, é muito fácil. Tão fácil que se o seu problema é, por exemplo, temperar carnes, nem vai se preocupar com isso, porque, estou dizendo, isso NÃO é necessário. Ah, tá… a dificuldade está em descobrir o ponto exato de cozimento da carne? Eu te conto também! ;) Olha só:

Ingredientes (para 4 pessoas):

- 1,6 kg de costelas de boi bem limpas

- 400 g de linguiça calabresa defumada

- Vários ramos de alecrim fresco

- 4 dentes grandes de alho partidos ao meio

- 6 batatas médias lavadas e com casca

- Cominho e sal a gosto

Modo de preparo:

Corte as linguiças calabresas em pedaços de 5 cm mais ou menos. Na panela de pressão, coloque pedaços de costela com os ossos para baixo e vá intercalando em camadas com os pedaços de linguiça, ramos de alecrim e alho.

Tampe a panela de pressão e deixe cozinhar por exatos 45 minutos, contando a partir do momento em que a panela supitar. Atenção: não coloque água e nem sal na panela. O segredo: a costela será temperada pela linguiça calabresa, o alecrim e o alho. Quando as carnes estiverem cozidas e prontas, você verá que elas terão soltado água e gordura.  Você pode escorrer esse caldo depois de pronto.

Para fazer as batatas, corte-as em rodelas grossas e com casca (por isso têm de estar bem lavadas) e tempere os pedaços com sal e pitadas de cominho dos dois lados. Coloque as batatas para assar enquanto cozinha a carne. Por fim, despeje as costelas e as linguiças numa travessa e coloque as batatas assadas em volta. Pode servir que vai ser um sucesso. Nem preciso dizer o quanto o alecrim perfuma o prato, né? E se você não gosta de alecrim, pode substituir por tomilho, por exemplo, ou até mesmo não colocar nenhuma erva aromática.

outubro 18, 2009 at 22:41 5 comentários

Penne tipo Café com Letras

DSC01530

Justificando o nome que dei ao prato, em BH tem um lugar que eu gostava muito de frequentar – e ainda tento aparecer por lá nas visitas à terrinha – chamado Café com Letras. É daqueles lugares para ir com amigos, falar coisas interessantes e comer uma massa deliciosa ou compartilhar um belisquete refinado. As bebidas lá também são muito bem preparadas e a minha favorita é o mojito, mas você também pode tomar um vinho sossegado. Além disso, vendem livros! O casamento perfeito, né? Boa mesa e boa leitura. Tudo isso sem falar nas sobremesas…

Mas enfim, estou fazendo rodeios pra dizer que no Café com Letras eles servem um fetucchini basicamente incrementado com azeite, tomates confit, mussarela de bufala, brócolis e bacon. Foi essa receita muito fácil de macarrão que serviu de inspiração para o penne que preparei na noite de hoje para mim e o marido fofo :)

Ingredientes:

- Bacon picado em cubinhos (escolha um com bastante carne e retire o excesso de gordura – aquela parte branca e mole)

- 20 tomates cereja inteiros

- 1 brócoli japonês

- Queijo estepe ralado

- 5 fios de azeite extra virgem

- Azeitonas pretas picadas

- 1/2 pacote de massa penne grano duro

- Sal e pimenta do reino a gosto

- Ervas finas a gosto

Modo de preparo:

Cozinhe o macarrão em água fervente com uma colher de chá de sal e um fio de azeite. Reserve.

Numa panela, frite o bacon no azeite. Escorra os pedacinhos e reserve. No mesmo azeite que fritou o bacon, jogue os tomates e cozinhe-os em fogo alto para que eles amoleçam e engrossem o caldo. Pode acrescentar uma pitada de sal aos tomates. Reserve.

Cozinhe as “arvorezinhas” de brócoli no vapor. Elas devem ficar bem verdinhas e tenras. Reserve.

Depois de tudo pronto, misture numa vasilha o macarrão cozido, um fio de azeite, os tomates com o caldo, o bacon, o brócoli, as azeitonas pretas, ervas finas e pimenta do reino. Polvilhe um pouco do queijo enquanto estiver quente e misture para derreter. Polvilhe o resto do queijo por cima na hora de servir.

Delícia!

setembro 25, 2009 at 2:31 1 comentário

Penne com cogumelos na cestinha de parmesão

Minha obra de arte

Minha obra de arte

Um sucesso! Quando meu marido viu as cestinhas de queijo, achou um barato! E além de muito gostosas e crocantes, enfeitam à beça o prato.

Para a cestinha (rende 2 cestinhas)

Rale cerca de 300g de queijo parmesão de boa qualidade. Separe um copo largo e não muio alto para moldar a cestinha. Os melhores são os de whisky e é melhor que a boca seja mais larga que o fundo do copo para a cestinha soltar mais facilmente.

Modo de preparo da cestinha

Aqueça uma frigideira antiaderente e salpique o quejo formando um disco. Deixe derreter e ficar na panela por cerca de 5 minutos. Vai parecer uma omelete. Depois, desligue o fogo e descole a borda do queijo com uma espátula. Coloque o copo com o fundo encostado no queijo e vire a panela. Muito cuidado para não se queimar, porque o queijo fica pelando. Ajeite os “babadinhos”. Deixe esfriar e retire o copo com cuidado. Tá pronta!

Para o penne com cogumelos (rende duas porções)

- 1/2 pacote de massa penne grano duro

- 1 embalagem de cogumelos paris fescos

- 1 lata de molho de tomate

- 1 colher de chá de manteiga sem sal

- 1/2 cebola picadinha

- 2 dentes de alho picadinhos

- Tomilho a gosto

- Pimenta do reino a gosto

- Parmesão ralado a gosto

- Sal a gosto

Modo de preparo

Numa panela derreta a manteiga. Acrescente o alho e deixe dourar. Junte a cebola e cozinhe até que os pedaços fiquem transparentes. Dicione o molho de tomate e meia lata de água. Junte o tomilho e a pimenta do reino. Deixe ferver um pouco para engrossar e abaixe o fogo.

Lave os cogumelos e deixe-os de molho em água quente por cerca de 5 minutos. Depois, fatie-os e junte-os ao molho. Mexa por alguns minutos.

Cozinhe o macarrão em água com sal e um fio de azeite. Depois de pronto, escorra-o e coloque a massa dento da cestinha. Jogue o molho por cima da massa e salpique queijo parmesão ralado.

Pode servir e se deliciar!

agosto 22, 2009 at 16:07 4 comentários

Risoto de aspargos e limão siciliano

DSC01402

Ah! Mais uma receita de risoto. Estou ficando profissional nisso e, modéstia às favas, está cada um melhor do que o outro. Essa receita também tem um perfume maravilhoso! O sabor também é divino! A combinação dos ingredientes fica muito boa e bonita. Além disso, a receita é fácil de preparar. O único inconveniente foi que eu não encontrei aspargos verdes, que devem colorir mais a receita e deixar o prato mais bonito. Fora isso, os aspargos brancos, em conserva e em tamanhos enormes (sim, têm de ser grandes, sem miséria) servem perfeitamente.

Essa receita foi feita neste domingo mesmo, durante a primeira visita dos meus pais e do meu irmão à minha casa no Rio. Foi uma grata experiência reunir todo mundo à mesa novamente.

DSC01400

Ingredientes (serve 5 pessoas):

- 1 vidro de aspargos grandes

- 1/2 cebola grande picada em cubinhos

- 4 cabeças de alho picadas

- 8 colheres de sopa de azeite

- 5 xícaras de chá de arroz arbóreo

- 2 limões sicilianos (retire as raspas e esprema o suco em um copo separado)

- 1 cálice de vinho branco

- 2 pacotinhos de caldo vegetal

- Salsa e cebolinha a gosto

- Pimenta do reino a gosto

- 100g de queijo parmesão gran formaggio ralado (pode ser outro parmesão, mas de jeito nenhum use aquele fedidinho do pacotinho)

Modo de preparo:

Dissolva o caldo de vegetais em 1,5 de água quente. Aqueça o azeite numa panela e acrescente o alho até dourar. Adicione a cebola e cozinhe até que ela fique transparente. Coloque o arroz e misture ao azeite com cebola e alho. Jogue o vinho branco e misture. Adicionar 3 conchas do caldo de vegetais, mexendo sempre para que o arroz arbóreo absorva o líquido e cozinhe. Acrescente o suco de limão e as raspas. Coloque mais caldo de vegetais e continue mexendo. Adicione a pimenta do reino, a salsa e a cebolinnha e os aspargos partidos em pedaços generosos. Ajuste o sal, se necessário. Quando o arroz estiver no ponto, cremoso, mas com uma consistência al dente, acrescente 2/3 do queijo ralado e misture. Coloque numa travessa com o restante do queijo ralado por cima e sirva bem quente.

Para acompanhar, fiz miolo de alcatra assado com sal grosso.

Bom apetite!!!

junho 21, 2009 at 23:20 4 comentários


RSS Feed desconhecido

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Cozinha Fácil no Twitter

Posts por data

julho 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 58 outros seguidores