Fantásticas iscas de filé com cogumelos shitake e alho-poró

Como prometido, aí vai a receitinha de uma das entradas do Dia dos Namorados. Servi com cesta de pães, mas ela também pode fazer as vezes de prato principal, servida com arroz e legumes ou outro acompanhamento de sua preferência.

Você vai precisar de:

(Rende 8 porções)

– 600g de filé mignon limpo e cortado em iscas

– 1 bandeja de cogumelos shitake frescos (a embalagem vem com cerca de 16 cogumelos de bom tamanho)

– 2 alhos-poró picados em rodelinhas

– 2 dentes de alho sem casca e espremidos

– 10 col. (sopa) de molho shoyu

– Pimenta do reino a gosto

– 1 fio de azeite extra virgem

Preparo:

Lave bem os cogumelos shitake, pique-os em tiras grossas e reserve.

Tempere as iscas de filé com o molho shoyu, o alho e a pimenta do reino. Não é necessário colocar sal.

Aqueça o azeite em uma frigideira antiaderente e adicione a carne. Deixe cozinhar a té a água do filé secar quase toda (mas não totalmente). Adicione os cogumelos shitake e o alho-poró. Misture tudo para pegar o tempero. Tampe a panela por 2 minutinhos, só mesmo para cozinhar o shitake e o alho-poró. Misture de novo e sirva.

junho 17, 2010 at 13:00 Deixe um comentário

Jantar especial: Camarão na abóbora

O Dia dos Namorados foi uma comemoração coletiva lá em casa. Eu, o Digo e mais três casais muito amigos que já apelidamos de “família carioca”, embora todos nós sejamos mineiros “da gema”, jantamos em grande estilo e foi muito divertido. 🙂

O menu foi um sucesso! De entrada, comemos queijo de cabra com geléia de damasco e blue cheese com manjericão. Coloquei os queijos em mimi-rechauds para amolecerem e ficarem quentes. Também servi tomatinhos assados com tomilho e iscas de filé com alho-porro e cogumelos shitake (vou postar a receita por aqui em breve!).

O prato principal, que darei a receita a seguir, foi camarão na moranga com arroz e chips de mandioquinha.  A sobremesa lembrou a infância, com brigadeiros de chocolate amargo servido em colherzinhas.

Você vai precisar de:

(Para 8 pessoas)

– 1 moranga daquelas laranjas bem grandes (a maior que encontrar)

– 2 garrafinhas de leite de coco

– 2 potes de requeijão cremoso light

– 800 g de camarões médios, frescos e limpos, sem cabeça e sem pele

– 8 a 10 camarões bem grandes, também limpos

– 15 a 20 tomatinhos piccolo maduros cortados em rodelinhas grossas

– 1 cebola média cortada em cubinhos

– 4 dentes de alho picadinhos

– Cebolinha a gosto

– Sal e pimenta do reino a gosto

– 1 fio de azeite extra virgem

Preparo:

Corte a “tampa” da abóbora e retire o miolo com as sementes, transformando a abóbora em um recipiente. A concavidade deve acomodar todo o recheio, mas deixe a polpa inteira nas laterais e no fundo. Embrulhe toda a abóbora em plástico PVC e coloque no microondas por 20 minutos na potência alta. Depois, escorra a água que ficou dentro dela, pincele óleo na casca para ficar brilhante (opcional) e coloque no forno, embrulhada em papel alumínio, por mais 1h ou 1h30, até que fique tenra, mas não muito mole. Depois de cozida, coloque-a de cabeça para baixo sobre uma vasilha para escorrer, novamente, o excesso de água. Reserve.

Para o recheio, tempere os camarões com sal e pimenta do reino. Reserve. Aqueça o azeite em uma panela antiaderente. Refogue o alho, a cebola e o tomate. Acrescente os camarões temperados e deixe que eles cozinhem até ficarem avermelhados. Em seguida, adicione o leite de coco. Misture e junte o requeijão. Mexa mais um pouco e deixe ferver brevemente. Se necessário, ajuste o sal.

Em uma panela separada, cozinhe os camarões maiores e use-os para decorar a borda da abóbora. Mas tem uma dica: camarões já descascados, como os que comprei, ficam fechadinhos e não consegui abrí-los para enfeitar a abóbora. Portanto, para a decoração, use os camarões ainda com casca, porque depois de cozidos, não enrolam a cauda. No meu caso, como a intenção falhou, usei os graúdos sobre o arroz. Ficou lindo também!

Despeje o caldo dentro da abóbora e coloque no forno médio pré-aquecido por mais 20 minutos, só mesmo para manter a abóbora quente e não esfriar a comida (Eu não fiz isso, achei que o caldo quente era suficiente. Resultado: a comida esfriou super rápido.).

Na hora de servir, coloque a cebolinha picada por cima. Voilá! Saboreie uma comida divina com prazer!!!

junho 16, 2010 at 13:20 3 comentários

Peito de frango com limão siciliano e dill

Estou fã de dill (também conhecido como aneto, endro, funcho doce). Essa plantinha tão delicada tem sabor e cheiro poderosos. Pode ser usada em carnes, frutos do mar, saladas, molhos, queijos etc. Comprei um vasinho no supermercado e agora cultivo para consumo próprio. Não é uma tarefa fácil mantê-la viçosa, mas estou tentando.  Ao que parece, gosta de sol e deve ser bem regada. Mas no calor carioca, às vezes encontro minha mais nova estrela da culinária bem murchinha e com as folhas queimadas.

Usei bastante dill no preparo deste frango e a combinação com o limão siciliano, outra paixão minha, é perfeita.

Você vai precisar de:

(serve 2 pessoas)

– 500 g de filé de peito de frango limpo

– 2 dentes de alho grandes e espremidos

– Muitos ramos de dill

– 1/2 limão siciliano

– Sal e pimenta do reino a gosto

– 1 fio de azeite extra virgem

– Folhas de sua preferência (usei alfaces americana e crespa escura)

– 2 tomates grandes

Preparo:

Depois de limpos, faça alguns furos nos filés de frango e esfregue neles o sal, a pimenta do reino, os ramos de dill (reserve alguns para colocar frescos no prato), o alho e o suco do limão siciliano. Deixe descansar por 10 minutos.

Aqueça o azeite em uma frigideira antiaderente e deposite o frango. Deixe até que fique cozido e dourado. Sirva com a salada, que também pode ser temperada com os mesmos ingredientes.

junho 14, 2010 at 16:26 Deixe um comentário

Legumes assados com tempero especial, alho doce e balsâmico

Taí uma dica de acompanhamento sensacional e que não pesa no estômago (e nem no bolso). Os legumes assados neste tempero que vou sugerir exalam um perfume maravilhoso e o colorido enfeita bastante o prato.

A sugestão a seguir vai bem com qualquer tipo de carne e grão. Escolha os acompanhamentos preferidos e mande ver!

Você vai precisar de:

(Serve 2 pessoas)

– 3 beterrabas pequenas, mas se não encontrar, 1 beterraba grande é suficiente

– 1/2 abobrinha italiana grande (ou uma pequena inteira)

– 6 dentes de alho grandes, descascados e inteiros

– 1 cenoura média/grande

– Vários ramos de alecrim fresco

– 8 col. (sopa) de vinagre balsâmico

– 1/2 noz moscada ralada

– Sal, pimenta do reino e cominho a gosto

– 2 fios generosos de zeite extra virgem (opcional)

Preparo:

Cubra um tabuleiro ou pirex pequeno com papel alumínio e deixe abas grandes nas laterais para conseguir embrulhar os legumes depois. Deixe o lado fosco para fora.

Lave bem e corte os legumes em rodelas grossas. Regue tudo com o vinagre balsâmico, o azeite e os temperos. Acomode os dentes de algo e os ramos de alecrim aleatoriamente.

Feche o papel alumínio e asse em forno alto (220ºC) por cerca de 1h30, ou até que os legumes mais duros fiquem tenros.

Está pronto para servir. Cuidado apenas para não se queimar com o vapor ao abrir o papel.

OBS: Esse prato pode ser preparado com os legumes, ervas e temperos de sua preferência. Basta usar a criatividade. Apenas recomendo que os dentes de alho nunca fiquem de fora, porque, depois de cozidos, eles ficam tenros e com um sabor adocicado fenomenal!

junho 11, 2010 at 12:59 Deixe um comentário

Pesentes para o(a) namorado(a) gourmet

Fiz uma listinha de coisas fofas para presentear seu(a) amado(a) que adora cozinhar. Quem sabe não consigo ajudar os(as) indecisos(as) de plantão?

Todos os itens possuem motivos românticos, obviamente, hehehehe.  E se você correr e fizer as compras pagando um frete um pouco mais salgado, a encomenda chega na sua casa a tempo 😉

No site da Imaginarium tem um presente fofíssimo:

 

– Kit 1, 2, 3 e já! (R$ 114,80). Vem com 01 Jogo livro + 01 Fondue Chocolovers e, de brinde, uma embalagem “Vem Brincar Comigo” 

 

No site do Segredo do Vitório há coisinhas incriveis. Vale à pena navegar. Com certeza você vai encontrar ideias sensacionais. Mas para cozinheiros de plantão, vi essas duas:

 

– Forma para ovos I Love You em forma de coração (R$ 39,90)

 

 

 

– Luvas de Cozinha Love (R$ 39,00) 

 

 

No site da Presente Fácil encontrei:

 

– Jogo de fondue cerâmica em forma de coração, da Bon Gourmet (R$ 41,90)

 

 

 

– Jogo de bowls de coração vermelho, da Zak (R$ 89,90)

 

 

 

– Cepo de coração vermelho, da Vice-Versa (R$ 327,90)

 

 

Boa sorte na escolha!

junho 10, 2010 at 12:52 Deixe um comentário

Caldo de mandioquinha, espinafre e frango

Bem verde e amarelo, inspirado na Copa do Mundo, rs. Esta receita é ótima para as noites frias que estamos enfrentando – até no Rio de Janeiro! Aliás, tenho postado algumas dicas de caldos bem diferentes por aqui, para aquecer o peito e alegrar o paladar. 🙂

Se você quiser ver outras dicas de caldos para inverno, veja a seção “Caldos e sopas” aí ao lado direito do blog.

Você vai precisar de:

– 5 mandioquinhas (ou batatas baroa grandes)

– 200 ml de água

– Cerca de 20 folhas de espinafre (separe as maiores)

– 300 g de peito de frango

– 2 col. (chá) rasas de cominho

– 3 dentes de alho amassados

– 1 cebola pequena cortada em cubinhos

– 1 fio de azeite extra virgem

– Sal e pimenta do reino a gosto

– Salsa e cebolinha (opcional)

Preparo:

Lave as mandioquinhas e cozinhe-as até que fiquem tenras. Retire as cascas e bata no liquidificador com a água (pique as mandioquinhas em pedaços pequenos para facilitar). Tempere com sal (usei 1 colher de chá rasa) e duas pitadas de pimenta do reino. Reserve o creme.

Lave bem as folhas de espinafre. Deixe-as de molho em uma solução de água e água sanitária por cerca de 20 minutos (para cada litro de água, 1 colher de sopa de água sanitária). Enxague a verdura e corte as folhas em tiras de espessura média. Reserve.

Limpe o frango. Corte-o em cubinhos e tempere também com sal e pimenta do reino (por isso, você não deve exagerar no tempero do creme de mandioquinha). Em uma panela, aqueça o azeite e acrescente o frango. Deixe a carne dourar e adicione o alho. Mexa um pouco, deixe o alho dourar e adicione a cebola.

Quando a cebola estiver tenra, adicione o espinafre, mexa rapidamente e junte o creme de mandioquinha. Misture e deixe ferver para manter o caldo bem quente. Pronto! Se achar que está muito grosso, basta adicionar mais água. Se necessário, ajuste o tempero.

Na hora de servir, pode salpicar salsa e cebolinha sobre o caldo. Fica ótimo!

Bom apetite!

junho 9, 2010 at 13:08 1 comentário

Queijo gruyère com castanha-do-pará e dill

Delícia de entrada! No Natal eu postei uma dica de queijo camembert com geléias de pimenta e damasco aqui no blog. Se preferir, você também pode usar o gruyère.

Na viagem à Europa que fizemos em abril, visitamos os queridos amigos Ju e Virgili em Barcelona e ela fez gruyère assado com amêndoas tostadas em cima. Divino!

Agora, eu fiz uma adaptação da entradinha fácil e maravilhosa que a Ju fez e usei castanhas-do-pará cortadas grosseiramente em lascas e raminhos de dill sobre o gruyère assado por alguns minutos, até o queijo ficar mole.

E é só isso mesmo. Corte a tampinha do queijo e asse por alguns minutos. Não se preocupe, porque a casca do gruyère aguenta o calor e mantém a forma do queijo. Se quiser, já pode assar com as castanhas para dar uma crocância maior. Eu preferi colocar o “recheio” depois, até porque os raminhos de dill são muito delicados e não resistiriam ao forno.

Eu sou louca por queijos e esta é uma dica super fácil de preparar, saborosa e que causa uma ótima impressão :P. O duro de aguentar é o preço do queijo bacana nos supermercados brasileiros, hehe.

junho 8, 2010 at 13:13 4 comentários

Posts antigos Posts mais recentes


RSS Feed desconhecido

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Cozinha Fácil no Twitter

Posts por data

agosto 2017
S T Q Q S S D
« jul    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031