Posts tagged ‘risotto’

Risoto de damasco, mascarpone e alecrim

Aidéia aqui foi aproveitar ingredientes que sobraram de outras receitas. O risoto ficou delicioso e com um sabor levemente adocicado por causa dos damascos.

Você vai precisar de:

(para 2 pessoas)

– 2 xíc. (café) de arroz arbóreo

– 12 damascos secos picados em cubos médios

-1 punhado generoso de folhas de alecrim fresco

– 2 col. (sopa) de queijo mascarpone

– 1 taça de vinho branco

– 2 tabletes de caldo de legumes

– 1/2 cebola picada em cubinhos

– 2 dentes de alho grandes picados bem pequenos

– Sal e pimenta do reino a gosto

– 2 fios generosos de azeite extra virgem

Preparo:

Derreta os tabletes de caldo de legumes em água fervente. Aqueça o azeite em uma outra panela e adicione os dentes de alho picados. Quando estiverem doudaros, acrescente a cebola picada até que ela fique tenra e meio transparente. Depois, adicione o arroz e deixe esquentar até que os grãos fiquem um pouco translúcidos. Em seguida, despeje o vinho branco e mexa até que o arroz absorva a bebida. O álcool vai evaporar, deixando um aroma divino.

Adicione a pimenta do reino, uma pitada de sal, os damascos picados e as folhas de alecrim. O perfume que a mistura vai desprender é demais! Mexa. A partir daí, vá acrescentando conchas de caldo de legumes e mexendo até que o arroz fique cozido, mas com uma consistência al dente, ou seja, tenros e sem desmanchar. 

Quando o arroz estiver no ponto, adicione as colheres de mascarpone, mexa até ficar uniforme. Desligue o fogo e deixe descansar por cerca de 2 minutos. É neste momento que o risoto fica cremoso.

Para enfeitar, você pode fazer pequenos discos de parmesão. Basta polvilhar o queijo ralado de boa qualidade em uma frigideira antiaderente e deixar que ele toste. Depois, desligue o fogo. Ele se soltará facilmente da panela. Finque o disco no risoto servido em um prato fundo. Fica lido!

Bon apetit!

Confira aqui mais uma receita de risoto usando queijo mascarpone.

fevereiro 5, 2010 at 0:29 2 comentários

Risoto de lula e vegetais

Mais uma receita de risoto! Para quem gosta de frutos do mar, é uma boa dica. Fica lindo e saboroso.

Você vai precisar de (para 4 pessoas):

– 5 xícaras de café de arroz arbóreo

– 1 abobrinha italiana cortada em cubos grandes

– 30 tomates cereja cortados ao meio

– Anéis de lula (usei uma bandeja inteira. Vem bastante, mas não me lembro quanto tinha. Acho que 200g)

– 2 tabletes ou pacotinhos de caldo de legumes

– 1/2 cebola picada

– 2 dentes de alho picados

– 3 colheres generosas de azeite extra vigem

– Parmesão em lascas

– Pimenta do reino a gosto

– Salsa e cebolinha a gosto

– 1 cálice de vinho branco

Preparo:

Em uma panela, dilua o caldo de legumes em 60 ml de água fervente. Reserve.

Em outra panela, coloque o azeite e o alho. Quando dourar, acrescente a cebola. Quando estiver transparente, acrescente o arroz e, em seguida, o vinho branco e a pimenta do reino (umas 3 pitadas). Mexa sem parar. O vinho vai soltar um aroma delicioso. Jogue uma concha do caldo de legumes, mexa e depois acrescente os tomates cereja. O segredo do risoto é mexer sem parar. Você pode achar que os tomates partidos ao meio estarão muito grandes, mas eles vão cozinhar, soltar o caldo que vai ajudar a temperar e diminuir de tamanho. Acrescente os cubos de abobrinha e mais uma concha do caldo. Continue mexendo. A abobrinha fica mais firme e dá crocância ao prato. Quando o arroz estiver no ponto, acrescente os anéis de lula e mais uma concha de caldo de legumes. Mexa por mais 5 minutos apenas e eles estarão cozidos. Depois, acrescente o parmesão em lascas, a salsa e a cebolinha. Misture e sirva.

A dica para fazer risotos com frutos do mar é acrescentá-los apenas no final do preparo do prato, porque eles cozinham muito rápido e podem ficar borrachudos. Se forem cozidos rapidamente, ficam perfeitos

novembro 29, 2009 at 13:33 4 comentários

Dia das mães desmamada com risoto de açafrão

DSC01192

Pela primeira vez, não passei o dia das mães com a minha mãe. Foi ruim não poder dar uma abraço nela de manhã e almoçar juntas. Para disfarçar um pouco a saudade, eu fiz uma receita dela, que aprendi no fim de semana retrasado, quando estive em BH e a vi fazer: risoto de açafrão com champignon e bacon.

Sim, novamente uma receita de risotto, mas eu A-DO-RO risoto e não preciso esconder isso de ninguém. Para acompanhar, fiz picanha assada no sal grosso (delícia!) e salada.

Antes da receita, quero justificar a foto. Infelizmete, no dia, recebemos amigos em casa e eu me esqueci de fotografar o prato decentemente. Quando me lembrei, já tínhamos começado a nos servir. Mas até que dá pra ver o aspecto da comida, que ficou cheirosa e gostosa.

RISOTTO DE AÇAFRÃO

Ingredientes:

– Pacote de arroz arbóreo, próprio para risotos (usei um inteiro para servir 7 pessoas com fartura)

– Bacon cortado em cubinhos pequenos a gosto

– 1/2 cebola grande picada em cubinhos

– 2 colheres de sopa de açafrão

– Alho picado à gosto

– Azeite extra virgem

– 3 vidros de 200 g de champignon

– 1 colher de sopa de manteiga

– 4 tabletes de caldo de vegetais derretidos em água fervente

– Parmesão ralado em lascas a gosto

Modo de Preparo:

Numa panela, aqueça 3 colheres de sopa de azeite extra virgem. Frite os cubinhos de bacon. Acrescente a cebola e o alho picados. Quando a cebola estiver transparente, acrescente o açafrão e misture até ficar homogêneo.  Acrescente  todo o arroz e envolva-o na mistura de ingredientes até que ele fique amarelinho e homogêneo. Vá acrescentando conhas do caldo de vegetais aos poucos. Mexa sempre. Acrescente o champignon e continue regando o risoto com o caldo de vegetais até que o arroz cozinhe. Quando a textura estiver al dente, desligue o fogo e acrescente a maneiga. Mexa mais um pouco.

Se quiser, pode acrescentar o queijo parmesão e misturar ou colocar no prato mesmo. Sirva bem quente.

Para decorar, usei pimentas dedo de moça.

PICANHA NO SAL GROSSO

DSC01194Ingredientes:

– 1 picanha maturada de 2,3 kg

– 1 pacote de sal grosso

Modo de Preparo:

Num tabuleiro, coloque a picanha com a gordura para cima e cubra a peça com sal grosso (não se esqueça de colocar sal no fundo da carne, ou seja, na parte que ficar virada para baixo). Não faça furos na carne e não cubra com papel laminado. Coloque para assar a uma teperatura de 220 graus por cerca de 1 hora e meia.

Para servir, retire a crosta de sal da carne, fatie e bom apetite! Fácil, né? Fica muito boa também e não resseca

SALADA

Na salada utilzei tomates cereja cortados ao meio, folhas de manjericão e cebola cortada em pedaços finos. Misturei tudo e temperei com bastante azeite e um pouco de sal.

maio 12, 2009 at 0:47 2 comentários

Risoto de Camarão

(Veja receita de risoto de camarão com açafrão aqui!)

Demorou, mas aí vai a receita com as devidas fotos do risoto de camarão. Ficou uma delícia!!!

Fiz para uma ocasião muito especial. Recebemos grandes amigos em casa e depois de uma tarde super agradável, fomos jantar.

Ingredientes:rio-0102

– 1/2 cenoura

– 1 cebola pequena picada em pedaços pequenos

– 1 bandeja de camarões médios e limpos, sem cauda, cabeça e casca

– 3 cubos de caldo de vegetais

– Manteiga

– 4 xícaras de chá de arroz arbóreo próprio para risoto

Modo de Preparo:

Numa panela, ferva os cubos de caldo de vegetais em água e reserve aquecido.  rio-0091

Numa frigideira, derreta uma colher de sobremesa de manteiga em fogo baixo. Acrescente a cebola picada. Quando a cebola estiver transparente, adicione a cenoura cortada em cubinhos bem pequenos e os camarões limpos. Quando os camarões adquirirem uma cor avermelhada, desligue o fogo. Ele vai soltar muita água, mas não se preocupe e não jogue fora. Reserve a mistura.

Numa outra panela, coloque uma colher de sopa de manteiga e deixe derreter em fogo baixo. Aumente o fogo e adicone o arroz, mexendo sem parar. Quando o arroz tiver todos os grãos envolvidos pela manteiga, acrescente duas conchas do caldo de vegetais. Mexa sempre.

Quando o arroz começar a secar, adicone mais duas conchas do caldo de vegetais e a mistura com os camarões. Não pare de mexer. O arroz arbóreo cresce muito, portanto, use uma panela grande.

Depois disso, vá acrescentando conchas de caldo de vegetais até que o arroz apresente um aspecto cremoso, mas a consistência dos grãos deve ser al dente. Desligue o fogo e acrescente mais uma colher de sobremesa de manteiga. Mexa e sirva com parmesão em lascas por cima. O queijo vai derreter e dar um sabor especial.

 Bom apetite!!!

abril 22, 2009 at 15:15 1 comentário

Risoto de cogumelos

risoto_cogumelos3Quer saber como eu fiz essa delícia? Não precisa pedir duas vezes. Eu conto!

Risotto é um prato super suculento e vamos combinar que é chique, faz vista e impressiona. De cogumelos, então, nem se fala 😉 Este aqui da foto foi feito com arroz sete grãos. Um arraso e fica super bonito!

E, ah!, foram usados cogumelos frescos, tá? Nada de champignon em conserva, pelo-amor-de-Dadá!

Vamos ao que interessa.

Ingredientes:

– 1/2 pacote de arroz sete grãos

– 2 tabletes de caldo de vegetais

– 4 col. (sobremesa) de azeite

– Cogumelos diversos (se quiser, pode fazer com um tipo só, mas no supermercado você encontra aquelas bandejas com vários deles)

– 1 col. sopa de manteiga

– 1/2 cebola média

– Queijo parmesão ralado (não pode ser aquele fedidinho do pacotinho, porque estraga tudo) delicia

Modo de preparo:

Lave os cogumelos e ferva em água por 5 minutos. Depois, pique os cogumelos, mas seja generoso nos pedaços. Reserve. 

Pique a cebola em pequenos pedaços e reserve.

Ferva os dois tabletes de caldo de vegetais e conserve quente em fogo baixo.

Numa outra panela, aqueça o azeite e jogue a cebola picada. Mexa até que a cebola fique transparente e não deixe queimar. Jogue o arroz. Misture para que o arroz esquente e se misture ao azeite e à cebola. Jogue metade do caldo de vegetais no arroz e deixe cozinhar, mas não deixe secar. Mexa sempre! Você deve regar o arroz continuamente para que ele cozinhe e fique com um aspecto cremoso, porém sem desmanchar (no caso do arroz sete grãos, isso é difícil de acontecer, porque ele é mais durinho).  Jogue os cogumelos e continue mexendo. Quando os grãos estiverem cozidos, desligue o fogo. Não deixe o arroz encharcado, mas também não deixe o caldo de vegetais secar totalmente. Jogue a mateiga e misture. Acrescente o parmezão ralado em lascas e sirva.

abril 7, 2009 at 1:29 5 comentários


RSS Feed desconhecido

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Cozinha Fácil no Twitter

Posts por data

agosto 2017
S T Q Q S S D
« jul    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031